São Pietro Saúde - Ortopedista dá dicas de como combater a má postura no home office

Blog

Ortopedista dá dicas de como combater a má postura no home office

Professor da UFMG Daniel Baumfeld explica que algumas adaptações podem ser essenciais para evitar dores, tendinites e problemas na coluna.

Trabalhar em casa. No jargão executivo, no “home office”. Esse foi, durante algum tempo, o sonho de um sem-número de empregados e profissionais liberais. Mas – cuidado com o que você pede, já diziam os mais sábios -, o sonho virou realidade de uma hora para outra e muitos de nós fomos pegos desprevenidos. Tudo culpa do isolamento social para evitar a disseminação do novo coronavírus. A solução foi uma correria para transformar algum espaço do lar em escritório improvisado.

Com a quarentena se alongando, quem sofre com essa adaptação é o nosso corpo. Cadeira, mesa e computador que eram ótimos para um trabalho esporádico nem sempre são os adequados quando a ideia é usá-los por horas, dia após dia. Muitas vezes aparecem dores com as quais não estávamos acostumados. Mas é possível tornar a adaptação menos prejudicial. “É importante ter consciência corporal”, diz o médico Daniel Baumfeld, mestre e doutor em ortopedia e professor do departamento de aparelho locomotor da UFMG. “Além da dor, a postura incorreta pode ocasionar tendinites, alteração visual do corpo, como um lado ficar mais baixo ou mais alto que o outro, e desvios na coluna.” A seguir, Daniel dá algumas dicas para esses tempos de transformações.

  • “Tente criar uma rotina”. Em casa, segundo Daniel, temos a tendência de ficarmos mais relaxados, tanto em relação ao visual quanto em relação à postura. Por isso, é importante acordar com tempo de tomar café da manhã, fazer alongamento e vestir uma roupa adequada. Nada de pular da cama e ir para o “escritório”.
  • Programe paradas regulares. “O ideal é, a cada hora, levantar dez minutos e andar um pouco, ainda que dentro do espaço em que se está isolado”, diz Daniel. “Mas se isso ficar muito difícil, não deixe que o tempo sentado ultrapasse duas horas.”
  • Se está no celular e precisa tomar notas, por exemplo, use fone de ouvidos ou a função viva voz. Ficar com o telefone preso no pescoço é prejudicial. “Mas cuidado com o volume”, lembra o ortopedista. “Níveis muito altos podem sobrecarregar o ouvido médio e causar problemas auditivos.”
  • A coluna vertebral inferior (lombar) precisa ficar encostada na área de trás da cadeira. Uma almofada nas costas pode ajudar a manter a postura correta.
  • Os pés devem ficar estabilizados no chão. Nada de deixa-los pendurados.
  • O ideal é que a cadeira tenha braços, para apoiar o antebraço. Mas se não tiver, deixe o punho apoiado sobre a mesa, nunca solto.
  • Cuidado com a altura do monitor do computador ou notebook. “Ele precisa estar no nível dos olhos. Não pode ficar nem acima nem abaixo, para não sobrecarregar o pescoço.” Se for preciso, coloque livros sob o monitor para levantá-lo.
  • Nunca, de jeito nenhum, trabalhe deitado na cama, com o notebook no colo. Isso é prejudicial para o punho, para a cervical e para a lombar.

O fato de as academias estarem fechadas, mesmo as dos condomínios, não pode ser desculpa para deixar os exercícios para o fim da quarentena. “Há muita coisa que se pode fazer com uma cadeira e uma toalha”, diz Daniel. “É extremamente importante alongar e reforçar os músculos abdominais, da lombar, do ombro e da cervical, para ganhar resistência.” E o que fazer? O ortopedista diz que há bons aplicativos de treinamento e bons vídeos no YouTube para guiar a malhação da quarentena. “O ideal é buscarmos marcas confiáveis ou o atendimento on-line de hospitais e clínicas que podem nos ajudar nesse momento.”

Está sentindo dor? Marque a sua consulta com um de nossos especialistas.

Fonte: https://www.revistaencontro.com.br/canal/saude/2020/04/ortopedista-da-dicas-de-como-combater-a-ma-postura-no-home-office.html

Open chat